Botas Salto Agulha

Botas Salto Agulha

sexta-feira

30 Dias após a Cirurgia Bariátrica...

Estou me sentindo ótima, com um novo ânimo para enfrentar a vida. Não sinto dores, nem enjôos. Não precisei tomar nenhum tipo de remédio, apenas o previsto no pós-cirúrgico que durou vinte e oito dias e o complexo de vitaminas efervescente. Não penso que fiz grandes sacrifícios e não estou arrependida nem mesmo das cicatrizes adquiridas...
.
Muitas coisas poderiam ter se apresentado de forma diferente e talvez desesperadora. Ouvi e li alguns relatos que metem medo em qualquer cristão, mas nada aconteceu comigo. Na transição da sala de cirurgia para o quanto, fiquei na UTI para observação dos meus sinais vitais porque minha saúde não estava boa nos últimos seis meses. E tudo transcorreu na mais perfeita normalidade. A cirurgia foi um sucesso! A anestesia demorou um pouco para passar, o que foi bastante conveniente para mim. Dos cortes, eu só sentia os esparadrapos grudados na pele.
.
Estou em paz, muito tranqüila em minhas atitudes e com um sorriso que me faltava há alguns meses. Respeitando o sofrimento individual daqueles que passam por uma grande decisão e intervenção clínica, vejo que foi o procedimento médico mais apropriado para o momento em que eu estava. Não penso que foi a maior dificuldade ou a grande decisão que mudaria minha vida. Entendi como a coisa certa a ser feita e no momento mais propício.
.
O mais difícil foi acompanhar o meu aumento de peso durante o último um ano e meio, quando saí do sobrepeso para obesidade. Dois meses antes da cirurgia eu atingi despropositadamente o I.M.C. correspondente a Obesidade tipo II, somando aos problemas de saúde relacionados à Obesidade, fazendo com que a decisão tivesse sido rápida e sem grandes prejuízos.
.
Para quem está pensando em fazer a cirurgia eu recomendo que tente tudo o que for possível para um emagrecimento natural e, caso este não seja fisiologicamente viável devido a Doença da Obesidade, pense na intervenção clínica. Dê chance ao que a tecnologia já descobriu, mas não se entregue à faca em suas primeiras tentativas. Escolha bons profissionais para te orientar neste caminho. Decida com eles a necessidade, ou não, da Gastroplastia. E não pense que suas dietas acabarão. Criar novos hábitos é o maior desafio. Tudo sempre dependerá de bom senso e ponderação.
.
A sensação de ir voltando ao meu peso ideal é muito boa. Não estou com pressa... A cada dia renovo minhas esperanças e, principalmente, meu corpo se aproxima ainda mais da minha alma e de como ela verdadeiramente veio ao este mundo para se expressar!


Crica Fonseca

2 comentários:

Lu Olhosde Mar disse...

querida, o pior já foi!! agora é que é!! vambora!!! um beijo, depois quero foto!

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Desejo a você um franca e rápida recuperação... externa e interna. Beijos