Botas Salto Agulha

Botas Salto Agulha

domingo

" Quando você se sente bem a respeito de uma decisão, então é muito provável que ela seja uma boa escolha. Mas se você sente um nó na garganta, alguma coisa parece não estar certa, então é provável que esta decisão o afaste do seu desejo."

"Ninguém atravessa uma porta fechada. Certifique-se de que o seu PERMITIR não está carregado de dúvida, hesitação ou reservas. Quando a oportunidade se apresentar e parecer uma boa chance, aja com precisão e sem hesitar."

(Tammy Lynch)

sexta-feira

.

"Não posso perder tempo teorizando.

A esgrima não é lógica, nem a vida uma teoria:

elas têm de ser praticadas, vividas!”



(Musashi; Eiji Yoshikawa Vol. I)

.


Imagem: j. meneses

quinta-feira

Resposta...

.
Desculpe a demora! Infelizmente, eu não tenho uma formula mágica pra te ajudar nesta hora. Fiquei pensando no que eu deveria escrever pra ti. Queria muito poder te dizer "faça isso" ou "faça aquilo", mas sei que eu não posso!
.
Falando um pouco sobre o que eu penso, devo dizer-te que quando a gente contém um sentimento deixando-o trancado e reprimido, como quando uma represa contém a água, ele parece muito maior. Talvez melhor fosse deixá-lo fluir e desmistificar o fato. Pode ser que a distância, a insegurança de não ser aceita, as marcas de rejeições passadas e o medo dos novos desafios estejam fazendo com seu sentimento tome dimensões maiores. Assim como a questão de precisar de um apoio quando estamos fora do ninho, acabamos nos apeguando ainda mais a alguém.
.
Te convido para uma reflexão difícil de se fazer nesta hora. Talvez te ajude a entrar em sintonia com o que você sente e aquilo que é possível acontecer. Crie oportunidades para realizar aquilo que você deseja, identifique o que você realmente quer e o que seria viável fazer. Se for o caso mude os planos, faça diferente... Você pode! Você é dona das suas escolhas, como também de tudo aquilo que você deixa a vida escolher por ti. Pague o preço que quiser e saiba que nada será lhe dado gratuitamente. Não deixe que os outros escolham por ti, isso seria muito mais desgastante e injusto para você.
.
Te recomendo escutar o silêncio do seu coração. Tenho comigo que a intuição pode te ajudar muito. Eu sempre escuto a minha e ela não costuma falhar!
.
Gostaria de poder fazer mais por ti
e espero ter te ajudado de alguma forma.
para uma amiga com carinho;
.
Crica


sábado

Perfil

(Crica Fonseca)

Sou tão contraditória quando a própria noção do tempo.
Minha idade não é reconhecida em meu rosto.
Sou meio bruxa, meio religiosa,
Meio mãe, sem nunca ter sido.
Sou uma princesa mimada,
uma Maria Ninguém,
E uma Rainha.
Artista de tantas escolas.
Camaleoa de verso e prosa.
Irritantemente perfeitinha.
Deslumbrantemente louca...
Fui educada na high society,
Acompanhada pela elegância e pela decadência.
Tenho aventuras para contar de Paris ao Bronx (NY).
Apaixono-me e Desapaixono-me.
Nada é pra sempre, nem a minha tatuagem.
Tudo torna-se-á pó depois de percorrer os caminhos do corpo.
Acredito no amor.
Reconeheço os perigos e a fragilidade da paixão.
Já cansei de esperar e juntar os caquinhos para salvar relações.
Talvez um dia procure sexo como diversão.
Dito regras e vivo a exceção de cada uma delas.
Por vezes, sou Inteligente,
Misteriosa,
Encantadora.
Algumas vezes, Linda.
Outras vezes, Medonha!
Revolucionária,
Romântica,
Ingênua
e Idiota!
Mulamba gata solitária de rua...
Permito-me a relacionamentos fora do padrão.
Ao padronizar alguns,
apenas repeti modelos fracassados.
Padrões, conceitos e preconceitos são mesmo uma bobagem!
Não me importo quando vivo amores que não pagam as contas.
Procuro sentimento ao relacionar-me com os homens.
Para fazer negócio, ou comprar uma casa, procuro as páginas dos classificados.
Ah! E não estou disponível nos recortes de jornais.
Não me vendo! E não quero ser tratada como objeto.
Tenho algum dinheiro para comprar momentos inesquecíveis
e pagar sessões de psicoterapia.
Tenho fala mansa e punho agressivo.
Entrego-me e recuo.
Preciso viver a intensidade da presença
e isolar-me.
Divido meus dias entre sonhos
e a dura realidade.
Não quero que ninguém chore.
Vez ou outra, acabo chorando por uns e outros...
Não aceito ordens, mas me dobro aos pedidos ao pé do ouvido.
Somente assim vou buscar a lua cheia em dia de um quarto minguante.
Faço campanha contra o câncer,
mas odeio fazer o exame preventivo.
Nem deixo alguns vícios definitivamente,
nem consigo evitar o sol.
Meu ventre é sadio,
mas sem filhos.
Gero vida amando incondicionalmente.
Profissionalmente dedico-me àqueles que esqueceram de viver.


(Crica Fonseca)
.

sexta-feira

Não Vou Me Adaptar

(Titãs - Composição: Arnaldo Antunes)


Eu não caibo mais

Nas roupas que eu cabia

Eu não encho mais

A casa de alegria

Os anos se passaram

Enquanto eu dormia

E quem eu queria bem

Me esquecia...


Será que eu falei

O que ninguém ouvia?

Será que eu escutei

O que ninguém dizia?

Eu não vou me adaptar

Me adaptar...


Eu não tenho mais

A cara que eu tinha

No espelho essa cara

Não é minha

Mas é que quando

Eu me toquei

Achei tão estranho

A minha barba estava

Desse tamanho...


Será que eu falei

O que ninguém ouvia?

Será que eu escutei

O que ninguém dizia?

Eu não vou me adaptar

Me adaptar...


Não vou!

Me adaptar!

Me adaptar!

Não vou!

Me adaptar!

Não vou!

Me adaptar!...

Feliz Ano Novo!

.
.