Botas Salto Agulha

Botas Salto Agulha

sábado

História e Sexualidade

(Crica Fonseca)



É interessante prestarmos atenção no quanto a sexualidade influenciou as mais diversas sociedades ao longo dos anos. O comportamento sexual define a história de povos, seus valores e crenças. O papel da reprodução humana é sempre fundamental para incentivar encontros e desencontros entre homens e mulheres.

Foi a habilidade feminina de atrair os homens e mantê-los interessados em relações sexuais que os deixavam convivendo em grupos. Os homens voltariam para o núcleo social depois da caça. Quando necessário trariam o sustento para a prole e desejavam estar junto as suas parceiras. Grandes grupos se formaram a partir daí.

Inicialmente havia várias formas de relacionamento: homossexuais, heterossexuais, monogamia, poligamia ocasional ou regular, abstinência para evitar filhos. Chineses, indianos e árabes produziram o Tao, o Kama-Sutra e o Jardim Perfumado. O prazer sexual era tão importante quanto as atividades não relacionadas a ele.

A capacidade de adquirir bens definia a necessidade de se retê-los concentrados e formava famílias. Em alguns lugares foi permitido ao homem ter mais esposas, desde que ele pudesse sustentá-las.

Ao final do século XII, as mulheres foram condenadas por serem atraentes e sedutoras. A Inquisição levou moças virgens e mulheres acusando-as de serem “obras do demônio”, dizendo ser bruxaria a busca pelos prazeres da carne.

Mais tarde, mulheres com poder castrador de mães interferiram na sexualidade e tudo aquilo que fosse diferente da intenção de fidelidade seria um erro; masturbação, relações homossexuais e erotismo. A felicidade estava relacionada ao sexo reprodutor. Mulheres castradas castravam homens. Eles as detinham e se tornavam escravos de suas próprias escolhas.

Aos poucos as sociedades matriarcais eram substituídas pelo patriarcado. Foi enfatizada a prostituição e o adultério. A repressão aos desejos sexuais abriu também caminho para os estudos sobre o assunto. O controle da natalidade, além da descoberta científica relacionada aos impulsos sexuais, começava a mudar os conceitos sobre sexo.

Medicamentos para evitar a gravidez deram vazão aos desejos das mulheres. A revolução sexual feminina trás uma nova visão das relações. Hábitos foram renovados entre homens e mulheres e houve maior permissividade nas relações. Houve o aumento do erotismo, a busca e a exigência no desempenho sexual dos pares _ entre estas a maior qualidade durnate o ato sexual, como os estimulantes sexuais masculinos (viagras e similares).
'
Mas foi a doença que causou o medo no instante em que tudo parecia melhor, ao mesmo tempo em que deu a ciência o desafio de tornar o prazer sexual uma prática de vida saudável. Atualmente sexo e saúde estão interligados. A eficiência para dar e receber o prazer também faz a manutenção das relações, desde que haja recursos para a não doença ou morte de seus praticantes.

Em pleno Século XXI, voltamos àquilo que buscamos desde o início da nossa história; a incerteza sobre como alcançar a melhor maneira de relacionar-se sexualmente e um intenso desejo independente do gênero. Ainda não conseguimos vivenciar a nossa sexualidade buscando o prazer de forma verdadeiramente livre de preocupação, culpa, conceitos e pré-conceitos.





Crica Fonseca

8 comentários:

Decinho Monte Alegre disse...

Muito bom o texto, mas acho que você esqueceu de tratar dos metodos anti-conceptivos e dos estimulantes sexuais masculinos (viagras e similares)

Mas o texto é muito bom, gostaria de ter uma opniao feminina quando a visao dela em relacao a um homem que é solteiro e busca por relações ocasionais, sem vinculos!

De qualquer maneira, parabéns, o texto está muito bem escrito!!!

Beijo Grande

VIVENDO SOLTEIRO - Aqui, ser solteiro é algo muito interessante!

http://vivendosolteiro.blogspot.com

Decinho Monte Alegre disse...

Olá querida, já te adicionei lá. Você quer que eu apague seu comentario lá do meu blog?! Se quiser omitir seu MSN é só dizer que eu apago!

Mas vamos trocar umas ideias, sim. Vai ser bem legal, vou dar uma preparada numas perguntas legais.

Ahh... o texto ficou bem legal!!!

Beijos!!!

VIVENDO SOLTEIRO - Aqui, ser solteiro é algo muito interessante!

http://vivendosolteiro.blogspot.com

Hélio disse...

Texto muito interessante, Crica! =)
Bjo e boa semana!

donabella disse...

Amoreca da minha LÁIFE!

Que texto SHOOOOOOOOOW. Que saudade de vc. Que MÚSICA tudiboooom!!!!

Quando ouço essa música inevitavelmente lembro de nós, ouvindo Sideral, lá no "lugar do mal" .. ahahahaahahaha.


Loviú.

=)

jhulyjohns disse...

Oi... Deixei um selinho de presente lá no blog. É em homenagem aos amigos da blogosfera que fazem a gente ter vontade de visitar sempre que possível! É o selo Criança Grande. Pode repassar aos blogs que você quiser, ou pode ficar só pra você. Um beijo!

Selo: http://jhulyjohns.blogspot.com/2008/10/selinho-de-criana-grande.html

Decinho Monte Alegre disse...

Onde você está mulher?!

To sentindo falta dos seus textos viu?! Principalmente esses que você trata da sexualidade, achei-os otimos, e para um solteiro é sempre bom entender bastante desses assuntos! Ajuda a desenrolar o papo!!! rsrsrs

Xeiro!!!

VIVENDO SOLTEIRO - Aqui, ser solteiro é algo muito interessante

http://vivendosolteiro.blogspot.com

KaKa Fuinha disse...

adorei..
adoro seu modo de ver a sexualidade e coisas afim...
:D
mas eu ainda acho que as pessoas fazem mais do que saber sobre...
pq se soubessem sobre oke fazem não haveria tanta aids e gravidez

adorei seu texto

:D

Milla disse...

Blog com conteúdo é outra coisa...
Ah, tem prêmio pra ti no meu blog... ~.^

Bjs!